John Wooden foi um lendário técnico de basquete norte-americano. É, até hoje, o maior ganhador de títulos de basquete universitário com 10 títulos, sendo 7 seguidos. Ninguém nunca chegou perto de alcançar esse recorde. O que ele tem a nos ensinar?

Para muitos, John Wooden foi o maior técnico de todos os tempos. Por sorte, ele escreveu alguns livros. Eu tive a oportunidade de ler um desses em 2016, quando adquiri o livro usado “Wooden – A lifetime of observations and reflections on and off the court” por US$ 1,00 na Amazon. Para mim, esse é um dos melhores livros sobre liderança que já tive a oportunidade de ler.

Eu tenho anotado algumas coisas desse livro que gostaria de compartilhar com vocês.

Wooden era um homem ético, obcecado e com valores morais inegociáveis. No Brasil, ele seria uma versão aproximada de personalidades como Bernardinho, Telê Santana ou Muricy Ramalho.

Ele se preocupava com todos os aspectos do jogo e, principalmente, com o caráter e postura de seus atletas. Alguns exemplos disso eu descrevo abaixo.

Uma das coisas que ele ensinava para todos os seus atletas era a importância da colocação de uma meia no pé. Parece algo banal, mas para ele não era. Ele era obcecado por isso. Por quê? Porque uma meia mal colocada gera bolhas, e você não consegue exercer qualquer esporte em alto nível com bolhas nos pés. Uma bolha no pé faz você perder a concentração e o jogo.

Outro exemplo interessante era sobre ensinar seus times a ter cortesia. Depois de cada jogo como visitante, ele fazia seus jogadores arrumarem o vestiário antes de irem embora. Ele acreditava em cortesia e dizia:

“Quando somos corteses com outra pessoa, nos sentimos melhores com nós mesmos. Pessoas que estão de bem consigo mesmas rendem mais e fazem um grande trabalho.”

Como eu já havia dito, ele era obcecado por treinamento e repetição. O trabalho duro para ele era o que fazia a diferença. Uma das suas frases prediletas sobre esse assunto era:

“Existem muitas pessoas talentosas por aí que não se esforçam o suficiente para desenvolver os seus dons. Quem são essas pessoas? Você nunca vai ouvir falar delas.”

Boa leitura! Vocês não vão se arrepender!

Gustavo Ermel

Diretor de estratégia e inovação

O Gustavo acumula experiência em desenvolvimento, planejamento, consultoria e suporte de estratégias para o posicionamento sustentável de marcas de renome nacional e internacional. E se você pensa em fazer sua marca valer mais, ele é o cara que te ajuda a fazer isso.

Mais sobre a SPR

TRABALHOS

CLIENTES

PALESTRAS

BLOG